História do bode Yoiô vira tema de escola de samba

O carnavalesco Jack Vasconcelos volta a investir num enredo sarcástico, desta vez mais voltado para a política nacional. Com o enredo “O salvador da pátria”, a Tuiuti vai contar a história do Bode Yoiô, que nos anos 1920 chegou a ser eleito vereador em Fortaleza, mas não assumiu.

Na literatura infanto juvenil, a historia do bode foi publicada em duas versões pela editora Armazém da Cultura. Escritos por Arlene Holanda e ilustrados por Julião Jr., o primeiro livro O bode celebridade conta a historia do bode que escapou da panela e virou "celebridade" com suas andanças pelo centro da capital cearense. Narrada em cordel, a historia é usada nas escolas para trabalhar questões ligadas ao patrimônio cultural.

O segundo livro Dois segredos do bode Yoiô , o personagem Leonardo nunca imaginara o quanto seria inesquecível a excursão da escola ao Museu do Ceará. Lá o menino conheceu o bode Yoiô e juntos viveram aventuras pra lá de divertidas. Assim acabou por descobrir as muitas historias que guardam as ruas, as arvores, prédios, monumentos  e outros lugares de Fortaleza. E os dois segredos? Esses serão revelados apenas aos leitores do livro. (adquira abaixo)

Diretor de carnaval e harmonia da Tuiuti, Rodrigo Soares conta que com este enredo Jack fecha uma trilogia de carnavais críticos, que começou com a Tropicália em 2017 e a escravidão em 2018, quando conquistou o vice-campeonato do carnaval carioca.

Durante todo o desfile, o público poderá identificar personagens da política nacional. Desde o início da escola, quando serão retratadas figuras públicas do Rio e, principalmente, do Brasil.

E o bode vai desfilar por toda a Tuiuti, em todas as situações: retirante, boêmio, folião e até “vermelho” em contraposição aos coxinhas.

 

YOIÔ O BODE CELEBRIDADE

 DOIS SEGREDOS DO BODE YOIÔ

 


Deixe um comentário

Observe que os comentários precisam ser aprovados antes de serem publicados